quarta-feira, 9 de junho de 2010

Suflê de Brócolis



Aí está uma receita rápida para incrementar o almoço do dia a dia, não dá muito trabalho e também é bastante rápido. Eu não uso tanto parmesão, acho que coloco uns 50 a 60 gramas. E dependendo do parmesão usado, a receita pode acabar ficando salgada. Tem um detalhe: depois de assado fica uma quantidade razoável de água, mas não achei que atrapalha o resultado final.

Ingredientes:
- 1 maço(s) de brócolis
- 1 caixinha(s) de creme de leite
- 2 xícara(s) (chá) de leite
- 1 tablete(s) de Caldo de Legumes
- quanto baste de sal
- quanto baste de pimenta-do-reino branca
- 1 unidade(s) de ovo
- 2 xícara(s) (chá) de parmesão ralado(s)

Modo de preparo:
Cozinhe os brócolis na água com o caldo de legumes. Em uma tigela, misture o ovo, o leite, o creme de leite, sal e pimenta.
Num refratário untado com manteiga, coloque o brócolis cozido e o molho da tigela. Polvilhe com parmesão e coloque no forno para gratinar.

A receita original é daqui.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Arroz Misto de Forno


Este arroz é bem prático para fazer, o único cuidado que precisa ter é na hora de temperar. Ele pode ficar salgado sem muito esforço, dependendo da linguiça ou do parmesão que você estiver usando.

E quando faço, fica como prato único mesmo, acrescentando só uma salada.



Ingredientes:
2 xícaras (chá) de arroz cru
1 cebola ralada
sal a gosto
5 colheres (sopa) de salsa picada
1 xícara (chá) de leite
200 g de parmesão ralado
5 colheres (sopa) de cebolinha picada
300 g de palmito em lata
300 g de presunto
4 tomates sem pele e sem sementes
2 colheres (sopa) de caldo de carne granulado
200 g de ervilha fresca
1 xícara (chá) de margarina
300 g de lingüiça calabresa moída

Modo de Preparo:
Pique o palmito, o presunto e o tomate (este em pedaços bem pequenos). Dissolva o caldo de carne em um pouco de água quente. Reserve. Unte um pirex grande com margarina (ele deverá ser preenchido até a metade de sua capacidade). Misture o arroz, a cebola, o tomate, o pimentão, a salsa, a cebolinha, a lingüiça, o presunto, o palmito, a ervilha e a metade do queijo ralado. Ponha a mistura no pirex.

No liquidificador coloque o caldo reservado, o leite, a margarina e o sal (convém lembrar-se de que o queijo, a margarina e o caldo já são salgados e que não é bom exagerar). Bata-os rapidamente (30 segundos) e, em seguida, derrame-o sobre o arroz. Certifique-se de que metade do pirex continua vazio. Polvilhe com o restante do queijo ralado e leve o risoto ao forno, preaquecido a 200ºC, por cerca de 1 hora.

Peguei a receita aqui.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Ciência na Cozinha #3 - O forno quente e sua mão

E então, você já se perguntou porque sua mão não queima quando entra no forno quente mas queima se tocar na assadeira, ou na porta do forno?

O segredo está na capacidade de condução de calor de cada coisa... Tudo a sua volta está em busca de equilíbrio térmico e quanto mais rápido o calor é conduzido em um material, mais rápido você pode se queimar. Como os metais são ótimos condutores térmicos, rapidinho o calor deles vai para a sua mão e aí dá aquela dor... Já a condutividade térmica do ar é "péssima" e você vai aguentar ficar com a mão dentro do forno um pouquinho de tempo, o suficiente para puxar a assadeira ou espetar o bolo ;)

Espero que tenham gostado...

Até a próxima!