sexta-feira, 23 de abril de 2010

Cupcakes

Pois é, para quem viu o primeiro post deste blog, sabe que decidi tentar fazer essa gostosura chamada cupcake.

A inspiração para me aventurar veio do blog Hoje Estou Inspirado.

Fiz um pouco diferente do que o Roberto explica no blog dele, então vou colocar do jeito que fiz. Não fiz recheio ou cobertura, por isso não vou colocar aqui. Mas nas próximas experiências, coloco aqui no blog como foi. Só fiz a massa básica.

200g de manteiga
1 xícara e 1/2 de chá de açúcar
3 ovos inteiros
1 xícara de chá de leite
2 xícaras de chá de farinha de trigo peneirada
1 colher de sopa de fermento em pó
(todos os ingredientes estavam em temperatura ambiente)

Na batedeira, bati a manteiga e o açúcar até ficar um creme claro e alto.
Com a batedeira ainda ligada juntei os ovos inteiros, um a um.

Com a batedeira em velocidade menor, fui derramando o leite aos poucos, depois a farinha de trigo também aos poucos. O fermento eu já tinha peneirado junto com a farinha

Segundo o Roberto, é necessário colocar a massa em assadeira apropriada para cupcakes (e não somente naquela fôrma de papel) para que ele cresça para cima. Para quem não tem fôrma de cupcakes, ele sugere colocar as forminhas de papel dentro de fôrmas de empada (mas não pode ser muito pequena, a não ser que você queira um minicupcake.

Comprei a fôrminha de papel tamanho zero (a maior). Detalhe: na hora de comprar a fôrma de papel verifique se é a do tipo que vai ao forno. Fui pegando a mais barata e quase compro a errada.

Bem, na primeira fornada eu errei a quantidade de massa nas forminhas. Claro que eu podia errar para mais ou para menos mas pela Lei de Murphy eu tinha que errar para dar o pior resultado: coloquei massa demais. Então já vai aí mais uma dica: coloque a assadeira de cupcake dentro de uma assadeira maior, assim você não corre o risco de ficar com a cozinha cheia de fumaça, além do forno necessitado de uma boa limpeza.

Vou repetir aqui as fotos do meu primeiro post, onde coloquei as fotos desta divertida (e um pouco desastrada) experiência.


Pois é, ficaram feinhos, né? Mas quem vê cara não vê coração... Eles ficaram deliciosos! E a minha filha nem se ligou na feiura deles (por isso que Jesus nos manda ser como crianças!).

O Roberto falou sobre colocar a massa na geladeira um pouco para manter o ponto. E foi o que eu fiz, por 4 horas. Explico: fiz a primeira fornada e depois de pronta não deu tempo de colocar a segunda no forno pois ía para o parquinho com minhas filhas. Então, a massa ficou na geladeira até depois do jantar, que foi quando pude fazer a segunda leva de bolinhos.

Aqui está a segunda fornada. Fiz de chocolate. Acrescentei cacau em pó e bicarbonato de sódio. Estas não derramaram no forno. Coloquei mais ou menos uma colher de sopa de massa em cada forminha. Se eu tivesse acertado a quantidade na primeira fornada, acho que teria dado um pouco mais de 20 cupcakes.

Ah, sim. Quando tirei a massa da geladeira, ela estava bem dura por causa da gordura. Então fui batendo aos poucos com o fouet para a massa ir ficando na temperatura ambiente (se lembra das aulas de física? Aumento da agitação das partículas igual a aumento de temperatura. E você achou que as aulas eram inúteis, hein?).

Não notei diferença na textura dos cupcakes entre as duas fornadas. Falo isso por causa do tempo de geladeira da segunda leva de massa. O forno estava pré-aquecido por 15 minutos a 180ºC. A primeira fornada foi 30 minutos, a mais ou menos 205ºC. Já a segunda foi um pouco mais, acho que entre 35 e 40 minutos. Meu fogão é daquele de dois fornos e o forno menor assa as coisas mais rápido.

O Roberto fez um post super bem explicado de como fazer a massa. A de chocolate ele fez um pouco diferente e também fez cupcakes recheados e com cobertura.

Espero que minha experiência tenha sido útil para vocês.

Até mais.

0 comentários:

Postar um comentário

E então, se divertiu?